Central de Notícias Cariri

Chacina no DF: polícia encontra bilhete que atraiu família de cabeleireira para local do crime

Escrito a mão, ele foi enviado para Thiago, marido da cabeleireira, e encontrado no local usado como cativeiro de algumas vítimas. Texto pede que Thiago vá para chácara do pai, com mulher e filhos, contrariando versão inicial de suspeito preso.

A Polícia Civil do Distrito Federal disse, nesta segunda-feira (23), que encontrou um bilhete escrito a mão chamando a cabelereira Elizamar da Silva, o marido dela, Thiago Gabriel Belchior, e os filhos do casal para a chácara do pai de Thiago. Este foi o local onde Elizamar e os filhos foram vistos pela última vez, no dia 12 de janeiro passado.

O bilhete foi dirigido ao marido da cabeleireira. A mensagem se refere a Thiago como “chefe” e chama Elizamar de “Lize”. Além disso, quem escreveu o bilhete diz que vai precisar de “ajuda urgente” e pede que o casal vá para a chácara com “os meninos”, se referindo os filhos do casal.

Segundo o delegado da 6ª Delegacia de Polícia, do Paranoá, Ricardo Viana, os investigadores ainda não sabem quem escreveu o bilhete e nem como Thiago teve acesso à mensagem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Redes sociais