Bancada do Ceará destina R$180 milhões para projeto do Cinturão das Águas

A Bancada Federal do Ceará na Câmara dos Deputados reunida nesta quarta-feira, (14), definiu as emendas para os projetos importantes para a Capital e para o Estado para o Orçamento de 2016. De acordo com Coordenador da Bancada, Deputado José Aírton Cirilo (PT-CE), a prioridade é a questão hídrica.

O papel do coordenador foi de apresentar um conjunto de propostas e a prioridade do governo e elencar as ações prioritárias para 2016, junto aos deputados e senadores. Foi definida como prioridade a destinação do valor de R$180 milhões para o Cinturão das Águas, neste sentido foi definida como uma emenda impositiva.

O projeto do Cinturão das Águas prevê a construção de 1,3 mil quilômetros de canais, sifões e túneis que levarão água para 12 bacias hidrográficas do Ceará. O primeiro trecho da obra que vai expandir a oferta de água nas regiões mais secas do estado está orçado, de acordo com o Ministério da Integração Nacional, em R$ 1,5 bilhão, sendo R$ 1,1 bilhão de recursos federais e os R$ 393,5 milhões restantes do governo do estado.

Com 158 km de extensão, o primeiro trecho do CAC vai levar água do reservatório Jati, no Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco, para toda a região do Cariri, passando pelo rio Cariús, afluente do Jaguaribe, chegando até o açude Orós. No trecho 1, o equipamento vai beneficiar mais de um milhão de pessoas na Região do Cariri, atendendo diretamente às cidades de Jati, Brejo Santo, Porteiras, Abaiara, Missão Velha, Barbalha, Crato, Nova Olinda, Milagres, Farias Brito, Lavras da Mangabeira, Iguatu, Icó, Orós, Mauriti, Aurora, Cariús e Quixelô.

Notícias Relacionadas

Os comentários estão fechados




© 2015 CN CARIRI - Todos os direitos reservados.
Projetado por: Onsize Desenvolvimento de Sistemas Ltda