O Nordeste perde grande repentista Sílvio Grangeiro

O poeta caririense Sílvio Grangeiro, que em 2014 recebeu o título de embaixador da cultura do Cariri, outorga entregue pela Fundação Jair Correia e UNESCO, morreu vítima de leucemia na manhã desta quinta-feira (17). Expedito Alves Grangeiro completara 68 anos no último dia 12 de agosto. O artista morreu em sua residência, situada a rua Sargento José Marcolino, bairro Lagoa Seca, em Juazeiro do Norte.

Sílvio lutava contra o câncer no sangue há dois anos, quando teria descoberto a doença. Em maio, o poeta ficou internado por mais de duas semanas no Hospital São Vicente de Paula, na cidade de Barbalha. Dias depois de receber alta médica, o quadro clínico do abaiarense se agravou, levando-o a mais duas semanas de internação.

O corpo do repentista será velado na Funerária Anjo da Guarda, em Juazeiro. O sepultamento acontecerá amanhã. Sílvio Grangeiro deixa esposa e seis filhos.

Trajetória

Expedito Alves Grangeiro nasceu em 12 de agosto de 1947, na cidade de Abaiara, até então pertencente ao município de Milagres. Devido a severa seca de 58, os pais de Expedito decidem se mudar para São Paulo, ansiando dias melhores.

Aos 17 anos, o jovem migra para a cidade de Dourados, no Mato Grosso do Sul, onde iniciou sua carreira como poeta repentista. O primeiro trabalho do cearense, ainda conhecido como Expedito, foi em uma programa de uma rádio local, onde permanecera por cinco anos, até retornar ao Cariri cearense.

Em Juazeiro do Norte, o poeta se destacava pelos versos e repentes. Já conhecido como Sílvio Grangeiro, casa-se com Marismar Barros Grangeiro, com quem teve seis filhos. Ao longo de cinco décadas dedicados à poesia, o artista publicou livros, cordéis, gravou CD e DVD. É detentor de mais de 300 troféus, conquistados em festivais por todo o Brasil.
No dia 17 de Julho de 2013, o poeta foi comunicado que receberia o título de Embaixador da Cultura no Cariri. Outorgado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) através do Governo do Estado de Minas Gerais, o título foi entregue em 2014, ano em que Sílvio Grangeiro descobriu o câncer no sangue.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




© 2015 CN CARIRI - Todos os direitos reservados.
Projetado por: Onsize Desenvolvimento de Sistemas Ltda