Ceará vai a São Januário e derruba o gigante da colina

Ceará vai a São Januário e derruba o gigante da colina

 O Ceará vence o Vasco e conseguiu um resultado importantíssimo na Série A do Campeonato Brasileiro, mas, acima de tudo, histórico. O time não apenas venceu o Vasco da Gama pela primeira vez na história em São Januário, como também bateu o time cruz-maltino pela primeira vez na primeira divisão. De quebra, também repetiu goleada

 O Ceará vence o Vasco e conseguiu um resultado importantíssimo na Série A do Campeonato Brasileiro, mas, acima de tudo, histórico. O time não apenas venceu o Vasco da Gama pela primeira vez na história em São Januário, como também bateu o time cruz-maltino pela primeira vez na primeira divisão.

De quebra, também repetiu goleada histórica, por 4 a 1, obtida em 1977 em uma partida amistosa realizada no Castelão.

Os gols alvinegros foram marcados por Pedro Naressi, Cléber, Saulo Mineiro e Vina. Ribamar descontou para o Gigante da Colina.

O Ceará entrou em campo determinado a obter a vitória, independente do mando de campo do adversário. Com mais intensidade, marcou forte e foi feliz. Logo aos 3 minutos, o Vozão recuperou bola no meio campo. Vina encaixou excelente passe para Pedro Naressi, como elemento surpresa, aparecer na cara do gol para abrir o placar: 1 a 0.

O Alvinegro cearense continuou aceso no jogo e quase marcou o segundo. Cléber roubou a bola da zaga vascaína e tentou encobrir o goleiro Lucão, porém sem sucesso. Aos 25, em mais uma jogada de linha de fundo de Léo Chu, o ponta driblou a marcação e cruzou para Cléber. O atacante usou a altura para se esticar e tocar a bola com a ponta do pé, o suficiente para ampliar: 2 a 0.

No segundo tempo, o Vovô baixou o ritmo, e o Vasco passou a dominar as ações. Mas foi num contra-ataque que o cruz-maltino diminuiu. Ribamar foi lançado na cara do gol, obrigando Luiz Otávio a cometer penalidade. O mesmo atacante cobrou e diminuiu: 2 a1.

Para não correr riscos, Guto Ferreira lançou mão do banco de reservas. Saulo Mineiro entrou e deu outra dinâmica ao alvinegro. Em outra roubada de bola (esta polêmica), o atacante foi lançado na cara do gol, bateu forte e venceu Lucão: 3 a 1. Desnorteado, o Vasco deu espaço para os contragolpes. Em um deles, novamente Saulo apareceu, mas foi derrubado na grande área. Na cobrança do pênalti, Vina deu números finais ao placar: 4 a 1.

Juca
Juca
ADMINISTRATOR
PROFILE

Posts Carousel

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *

ÚLTIMAS POSTAGENS

COLUNISTAS

COMENTADO

VÍDEOS EM DESTAQUE