Moradores de bairro em Barbalha convivem sem energia elétrica e água encanada há dois anos

Passar noites sem luz, dependendo de uma lamparina para fazer coisas básicas dentro de casa não é uma situação fácil. Mas é assim que vivem mais de 30 famílias que moram no Morro da Seriema, na periferia de Barbalha. Elas precisam usar fontes de energia alternativas, já que não tem eletricidade.

No local, também não há água encanada e os moradores dependem do abastecimento de carros-pipa, que passam de 15 em 15 dias na comunidade. Segundo a Prefeitura, a área foi ocupada irregularmente e, portanto, não tem registro como terreno público. A instalação das redes de energia e água só pode ser feitas depois que a situação da ocupação for resolvida.

Para manter a água para o uso diário só com a ajuda de potes, tambores e caixas d’água. Há dois anos, essas famílias enfrentam esses problemas num lugar que se transforma sempre que a luz natural vai embora. É quando chega a noite que é possível ter uma idéia de como fica o local sem energia elétrica. É difícil até enxergar e andar pelo local.

Redação Joselio Araújo

Notícias Relacionadas

Os comentários estão fechados






© 2015 CN CARIRI - Todos os direitos reservados.
Projetado por: Onsize Desenvolvimento de Sistemas Ltda