Câmara rejeita projeto que trata do IPTU e da PGV

A pretensão de aumentar a arrecadação de impostos no município, o prefeito Argemiro Sampaio (PSDB) perdeu mais uma batalha, com a rejeição do reajuste do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) a partir de 2018. Incluído na Ordem do Dia para votação, foi rejeitado na sessão desta quinta-feira (14), por 7 votos a 6, o projeto de lei de autoria da Prefeitura, que institui o IPTU progressivo no tempo e altera o valor venal imobiliário na Planta Genérica de Valores (PGV).

Com isso, a prefeitura terá de aplicar o aumento com base no índice inflacionário anual. O vereador Daniel Cordeiro (PT), do bloco de oposição, não compareceu à sessão, mas o vereador Antônio Sampaio (PMDB), da bancada de situação, acabou votando contra o projeto, contrariando a intenção do prefeito em reajustar as tarifas de impostos municipais.

(Redação Joselio Araújo)

Notícias Relacionadas

Os comentários estão fechados




© 2015 CN CARIRI - Todos os direitos reservados.
Projetado por: Onsize Desenvolvimento de Sistemas Ltda